Os Meninos da Rua Paulo

A Pál utcai fiúk – Os meninos da Rua Paulo, em húngaro.

Escrevo em um domingo frio, enquanto neva lá fora.

Meu almoço está assando no forno e enquanto isso, eu estou aqui descobrindo o que há para se fazer ao redor do meu novo endereço, no distrito VIII de Budapest.

Click da rua onde eu moro, no distrito VIII. (Edição VSCO)

Me mudei há exatamente 1 semana e pelas breves caminhadas ao redor, pude perceber que há muitos lugarzinhos a serem desbravados.

Esquinas, edifícios, porões, cafés, restaurantinhos, bares, etc.

Em frente a nova casa!

Mas esse não é o foco deste post.

Na verdade, já faz um tempão que eu não crio coragem e arranjo tempo para atualizar meu blog, mas algo me impulsionou de maneira única hoje.

Divagando no aplicativo Foursquare, eis que encontro um ponto a ser visitado.

Um lugar chamado Pál utcai fiúk szobra.

Curiosa, clico no destino e descubro algumas fotos de escultura de meninos. Mais adiante, leio os comentários a respeito.

Em 3 segundos dou um grito de alegria.

Oh meu deus, essas são esculturas dos MENINOS DA RUA PAULO!

Escultura dos Meninos da Rua Paulo, na Práter utca 11.

Os Meninos da Rua Paulo é um livro maravilhoso que marcou minha adolescência.

Recomendado pela Professora Rosi e a Roda de Leitura “Conversa entre amigos”, esse romance foi escrito por um Escritor Húngaro, Ferenc Molnár. E eu não me lembrava disso.

Recorrendo ao Wikipédia, acabo de descobrir que Os meninos da Rua Paulo é considerado o livro húngaro mais conhecido ao redor do mundo, tendo sido adaptado para o cinema em diversas línguas!

Capa do livro “Os meninos da Rua Paulo”, escrito pelo húngaro Ferenc Molnár

Ainda estou em choque. Nostálgica.

Lembro muito bem de ler o livro por completo em dois dias.

A história se baseia na vida dos meninos que travam batalhas de vida ou morte nas ruas de Budapeste, no final do século XIX.
Não há idade certa para ler esse livro, pois tanto um jovem quando um adulto mais vivido vai se encantar com essas páginas tão bem escritas.
Interpretações literárias dizem que o enredo alveja o público adulto para denunciar a falta de espaço para jovens na sociedade, e a violência psicológica que os meninos sofreram pelo “sistema de guerra” vivido no contexto histórico.
Personagens do Filme – reprodução do livro – OS MENINOS DA RUA PAULO
Publicado em 1907, este livro projetou mundialmente o húngaro Ferenc Molnár (1878-1952).

A popularidade internacional se intensificou por ser uma história não só metafórica em relação a transição a vida adulta, como também por ser considerada uma narrativa que poderia ter acontecido em qualquer lugar do mundo. 

Personagens do Filme – reprodução do livro – OS MENINOS DA RUA PAULO

No Brasil, a edição da Coleção Saraiva é a que deu mais visibilidade para o livro. Em 2005, a editora Cosac Naify relançou a obra. Posteriormente, em 2017, a Companhia das Letras, após comprar os direitos da Cosac, reeditou a obra (Wikipédia, 2018).

Sobre a Rua Paulo

O fato é que eu moro há algumas quadras desse endereço histórico e estou extremamente feliz por isso.

A rua paulo!

Era isso o que eu tinha para compartilhar hoje, uma pequena homenagem ao Escritor e a Professora Rosi, querida mestre que me mostrou o mundo literário de maneira única.


Beijos da Rua Paulo!

Um comentário em “Os Meninos da Rua Paulo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *