Copenhagen: 1 dia na cidade mais feliz do mundo

Embarquei para Copenhagen sabendo que encontraria um céu cinza e gotículas caindo do céu durante a maior parte do dia.

Vista de Rundetarn, torre no centro de copenhagen
Vista de Rundetaarn, torre no centro de copenhagen

Mas a capital da Dinamarca resolveu sair da curva e fez brotar um sol lindo (que durou minutos) que fez valer a pena!

E não fui somente eu quem aproveitou bem os raios solares, mas todos os danes resolveram sair de casa sugar um pouco do que havia de sol!

dinamarqueses passeando no sábado
Família dinamarquesa em Rundetaarn

Ninguém é melhor que ninguém

Confesso que fui conhecer a cidade com expectativas normais, nem altas, nem baixas, seguindo o jeito dinamarquês de viver e pensar.

Explicando, ouvi de algumas pessoas que já moraram na Dinamarca ou conviveram com dinamarqueses, que eles são pessoas que não enxergam as pessoas como diferentes umas das outras, digo, todo mundo é igual. E mais, eles não criam expectativas com relação as coisas.

arte de robo pensando em copenhagen
Arte em Metal

Inclusive, uma prova disso é que não se vê muitas cores no vestuário dos danes, é tudo neutro e mínimo.

Esse jeito de manter expectativas baixas a respeito do que está por vir tem suas vantagens, pois assim ninguém de decepciona e todos se surpreendem se algo legal ocorre.

Não é a toa que são considerados a sociedade mais feliz do mundo.

nyhavn pessoas caminhando entre os barcos
Nyhavn, Cartão Postal da capital

Mas isso não significa que eles não dão seu melhor ao fazer alguma coisa, é justamente o contrário, os dinamarqueses se cobram muito e dão seu melhor em tudo.

A bagagem de aprendizado que os danes deixam para o mundo é muito inspiradora.

Falo isso após ter trabalhado por 1 ano e meio em uma empresa dinamarquesa, onde os valores, o jeito de produzir e conduzir projetos, tratar as pessoas, é muito, muito único.

pessoas caminhando pelo centro de copenhagen
Ruas do centro de Copenhagen

People showing off: fuck off

Mas voltando ao conceito de igualdade, você nunca vai ver um dinamarquês se gabando de algo, ressaltando suas qualidades ou algo do tipo. Você vai ter que descobrir isso sozinho, pois ele nunca vai te falar.

prédios design escandinavo em copenhagen
Traços da arquitetura nórdica em Copenhagen

Ambição elevada à níveis americanos é algo que você não encontra também. A sociedade é mais focada em aproveitar a vida social, trabalhar o mínimo de horas diárias, viver de hygge, minimalismo.

espaços imensos na capital escandinava
Minimalismo, porém imensidão

HYGGE

Hygge  é um termo escandinavo que define um estado de espírito, onde você se sente confortável, super bem, leve,  entre pessoas que você curte, sem pensar em problemas ou algo assim. Esse estado é atingido em ambientes aconchegantes, entre boa companhia e boas comidinhas. Pode ser um encontro em um café, como um jantar a luz de velas.

Alias, há muita luz de velas neste país.

Ao longo dos anos, esse termo se tornou parte da cultura dinamarquesa.

Danish mood

Reconhecendo um dinamarquês

A personalidade em geral é reservada, quieta.

Eles nunca vão iniciar a conversa com um estranho.

Nada deve ser forçado ou exagerado. Mas assim que o gelo for quebrado, eles se mostrarão pessoas super queridas contigo!

Café hipster na capital da Dinamarca – Copenhagen

A cidade é planejada para bikes, não par carros

“We bike all the time. We bike to the moon several times a year in Copenhagen,” says Schjønning.

An extraordinary 62% of people living in the city cycle to work every day and the vast majority keep it up through cold and wet weather.

“It’s not because it’s the healthy choice. It’s because it’s the easiest choice,” says Schjønning.

“The city is designed for bikes and not cars.”

Estação de trem cheia de bicicletas em copenhagen
Bicicletas em Copenhagen

Estilosos

Saindo da Hungria e voando até Copenhagen, já percebi o nível do estilo na fila do vôo. Essa galera sabe se vestir!

Minimamente, mas com presença.

E como são altos! Tão altos quanto eu, homens e mulheres.

Homem caminhando em frente ca fé em copenhagen
Paleta pastel rosa antigo no meu prédio, por favor

Curiosidadees

  • As máquinas de ticket nas estações são estranhas e expositivas. Se você valida um ticket errado, a estação inteira vai ouvir uma onomatopéia gritando o erro.
  • A juventude é liberada para comprar e beber álcool desde os 16 anos
  • Há uma incrível variedade de pessoas e culturas. Copenhagen abriga diversos imigrantes, de negros à asiáticos, eu achei isso fantástico! Aqui na Hungria não se vê nada disso (ainda).
  • Danes amam luz de velas. Estudos do Instituto de Pesquisa da Felicidade mostram que 85% das pessoas associam “HYGGE” com velas. 28% das pessoas acendem velas todos os dias

Fique com o vídeo de 1 dia em 1 minuto em Copenhagen e sinta as vibes escandinavas!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *