Primeira neve na janela

A primeira neve do ano a gente nunca esquece.

Especialmente quando “a gente” inclui uma brasileira louca por inverno e pelos preciosos floquinhos que o céu europeu nos dá de presente nessa época do ano.

Acordei e dei de cara com essa vista!

O aplicativo de previsão do tempo já previa pequenos flocos, mas eu, como Curitibana nata, não acredito nessas coisas.

Apenas ignorei e segui meus dias acinzentados como têm sido ultimamente.

Eis que acordo esta manhã pra desligar o despertador e já vejo uma mensagem piscando nas notificações: Tá NEVANDO

Viro a cabeça e dou de cara com esse filme:

Obviamente, câmera e tripé foram acionados de imediato e esses 23s de arte foram criados.

Eu estou numa vibe mini vídeos de no máximo 30s agora. Assim consigo dividir minha rotina com mais frequência e com mais movimento!

Espero que estejam gostando 🙂

A neve já parou de cair, inclusive derreteu completamente, pois segundo fontes locais, nem era neve, era fake snow.

Floquinhos de neve em Budapest

Beijos de neve

Um dia nebuloso em Budapest

Toda manhã, a primeira coisa que eu faço ao acordar é checar a vista da janela.

Observar o céu, o jardim, o estado das árvores e os vizinhos ricos que moram em uns casarões ao redor do dormitório.

Hoje não foi diferente. Avistando um horizonte nebuloso, achei que seria bom mudar os ares e finalmente  levar minha câmera comigo.

Afinal, a primeira foto de Budapest que eu vi na vida, foi da Liberty Bridge entre névoa. A névoa caracteriza a cidade, dá um toque de elegância, enfatiza um passado histórico, sei lá, tudo fica muito retratável!

Essa é a bendita foto que me conectou com a cidade pela primeira vez:

Budapest, ciclista e névoa

O destino?

Margit Sziget.

A Margareth Island (Margit sziget em húngaro) é uma ilha no Danúbio, bem localizada na cidade, ou seja, perto do centro e vários distritos bem ocupados.

De lá temos a melhor vista do Danúbio + Parlamento + Buda Castle. Meu ponto preferido para fotos desse majestoso conjunto 🙂

Estava tudo muito foggy e a mensagem que flutuava no ar era nada menos que:

Budapest, não desapareça …

Dia nebuloso em Budapest

Nesse click o Buda Castle já tinha sido coberto por partículas de veludo natural. Mas o parlamento preserva-se elegante, um tanto enigmático.

O resumo do trajeto você encontra aqui, nesse filminho de 30s que gravei ao longo do dia.

O resultado final desse dia em fotos, fica para o próximo post.


Budafoggybeijos